Palavras que não comunicam


Por Leônidas Almeida



"Queridos irmãos, nunca se esqueçam de que o melhor é ouvir muito, falar pouco e não nos irarmos;" Tg 1.19

Em geral não comunicamos porque não aprendemos a ouvir, saber ouvir é uma arte, entendo que seja um estilo de vida e um processo de aprendizado, muitas vezes tenho escorregado neste ponto e sei que é difícil de colocá-lo em prática. Neste processo devemos sempre nos conduzir pelos seguintes aspectos: Concentração, compreensão e respeito.


Muitas vezes mal conseguimos ouvir uma pessoa e já estamos com uma resposta na ponta da língua, ou seja, não concentramos nossa atenção naquilo que foi dito e assim o diálogo que deveria ocorrer entre duas pessoas passa a ser um simples monólogo entre o interlocutor consigo mesmo. Quando ouvimos devemos abrir nossos corações e mente visando compreender o que está no coração da pessoa que fala conosco.  


Assim  só é possível um diálogo produtivo onde existe respeito, principalmente em conversas da alma, confidências e aconselhamento. Quando ouvimos o outro devemos resistir a nós mesmos de atravessarmos a conversas com respostas pré-fabricadas, do tipo: confessa e deixa, isto  é simples, acontece com todo mundo, seja forte e não fique choramingando suas mágoas. Esta atitude pode fechar a porta para o desenvolvimento de uma comunicação mais profunda com a outra pessoa, aqui mais uma vez a palavra que deve permear nossa conversa é paciência ao ouvir.  Isto ocorre, pois muitas vezes o local e a hora não é adequado para a conversa, então peça o interlocutor que marque um horário para que a conversa tenha continuidade.


Pessoalmente gosto de ouvir tudo sem fazer interrupção, somente após a finalização, procuro fazer perguntas a fim de esclarecer melhor o fato, pois quem responde antes de ouvir comete insensatez e passa vergonha Pv.18.13.  Outro fator importante é que mesmo em conversas mais intimas devemos respeitar a privacidade do outro, a pessoa deve está confortável em relatar as coisas, pois a confiança é adquirida com o tempo e não com uma conversa numa determinada hora.


Vamos continuar tratando do assunto neste vídeo.


Paciência minha gente, "a vida é tão rara" Lenine.


Fonte Bibliográfica: KEMP. Jaime. Devocional para casais/Jaime e Judith Kemp - São Paulo, Hagnos, 2002.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A DINÂMICA DA FÉ

Os sinais da frustração e da neurose.

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES