Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Descobrindo a aspiração de Deus para minha vida

Imagem
Por Joel Boa Sorte


Quando estivermos em oração não devemos mencionar qualquer coisa que vier à mente, mas façamos o possível para determinar a vontade de Deus. Precisamos orar pedindo exatamente a vontade do Pai. Essa é a nossa melhor oportunidade de cumprir o que diz 1 João 5.14: “E esta é a confiança que temos nele: que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve”.
       A Bíblia é cheia de declarações sobre a vontade de Deus:
Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco (1Ts 5.18).
Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo o bem, tapeis a boca à ignorância dos homens loucos (1 Pe 2.15).
Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor. (Ef 5.17).
Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição (1 Ts 4.3).
Essas são algumas de tantas posições diretas da Bíblia sobre a vontade de Deus para as nossas vidas. Deus nos diz que a sua vontade é de que sejamos salvos, s…

A semente e o mistério do crescimento II

Imagem
Por Leônidas Almeida



A parábola da semente que cresce misteriosamente é somente descrita pelo evangelista Marcos. Ressalta-se o fato que a palavra de Deus operará de si mesma no coração humano fazendo ressoar em todas implicações da vida humana nesta existência. Dadas as condições favoráveis, justamente da mesma maneira em que a terra por si mesma frutifica, do grego automatê, insere esta dimensão incondicionada da ação humana, assim a instrumentalidade humana se limita a duas atividades a saber: o semear e o ceifar. Portanto aqui não cabe barganhas, troca de favores, condicionamento, manipulações humanas, marketing publicitário, etc. Aqui é pura GRAÇA DE DEUS.
O que ocorre entre as atividades, ora citadas, dependerá única e exclusivamente da vitalidade da semente bem como da interação frutífera entre a semente e a terra.
Esta visão que tem origem na graça de Deus, que atua livremente no ser humano, onde o discípulo faz o papel de semeador neste campo de sonhos que é o Reino de Deus. Cri…

A semente e o mistério do crescimento - 1ª Parte

Imagem
Por Leônidas Almeida




A aplicação deste princípio na vida prática poderá nortear nossa relação com Deus e também consigo mesmo, para quem deseja de fato uma vida vitoriosa, não apenas uma vida baseada no marketing publicitário, bonito e atraente por fora, porém vazio de significados espirituais na sua essência, a auto capacidade esnobe de acumular riquezas somente para si sem um compromisso com o reino de Deus e todas implicações disto para nossa vida, igreja e comunidade.
Ser vitorioso é poder restaurar o significado das alianças, dos valores, das amizades e não a manipulação dos outros para seus projetos pessoais de poder onde o fim justifica os meios, seja eles quais forem. Enfim compreender o mistério da semente é para quem deseja ser simplesmente mais que vencedor e rejeita o jogo das vaidades que operam dissimuladamente pelos bastidores.
Existem duas abordagens antagônicas da relação com Deus orientada pela liderança ou guias espirituais de diversas igrejas, comunidades e denomina…

Buscar a Deus é renovar a mente - Metamorfose - FINAL - Video.

Imagem
Por Leônidas Almeida




A metamorfose é uma experiência única, pois trata-se de um ser que se transforma em outro. A borboleta não nasce de uma pequena borboleta (filhote), mas de uma lagarta, que rasteja pelo chão e passa boa parte de sua vida vendo o mundo sob esta perspectiva.
Esta transformação ocorre quando a lagarta envolve-se numa pupa, torna-se uma crisálida e isola-se do mundo. A partir deste momento passa por profundas transformações interiores de ordens físicas e também sensitivas que após um período de maturação liberta-se do casulo e passa para uma nova vida.
Talvez seja pensando nisto que Paulo viu a necessidade de também termos nossa metamorfose espiritual, isto ocorre de forma bastante parecida. Pois também temos que rejeitar as influências do mundo no curso de nossas vidas, durante a experiência do casulo mudanças difíceis de entendermos dão o início do processo: Lutas, dificuldades, medo, ansiedades, resistências e pressões de todos os lados, porém o poder regenerativo e …

Os riscos e desafios aprovados por Deus

Imagem
Por Joel Boa Sorte


Quantos de nós, às vezes, criticamos Pedro por ele ter olhado para o vento, duvidando de que poderia fazer o que já estava fazendo, e ter afundado. Todavia, quem além de Pedro na Bíblia teve a coragem de andar sobre as águas?
O discípulo estava disposto a sair do barco, pisar na água e começar a caminhar em direção ao Mestre. Eu e você estaríamos dispostos a assumir esse risco?
Confiar no Senhor em todas as coisas, em todos os relacionamentos, em todas as escolhas e decisões envolve muito risco. Arriscar-se é parte da própria natureza da fé.
Parece sem sentido, pensam alguns, depositar a fé nas promessas de que todas as coisas cooperam para nosso bem, mesmo quando não conseguimos entender o que vai acontecer. Isso é risco e nem todos estão dispostos a saírem da área de conforto e viver situações que no mínimo requer uma dose a mais de adrenalina.
Pare por um momento e considere o que aconteceu a Pedro como resultado daquela experiência. Creio que aquele ensaio aprofundo…

Buscar a Deus é renovar a mente

Imagem
Por Leônidas Almeida
Toda revelação deve ser fruto de uma ação divina, ou seja, algo que não procede do ser humano.Assim a revelação é algo que vem ao encontro da pessoa humana.Trata-se de um fenômeno objetivo independentemente do ato subjetivo da percepção. Portanto a palavra dos profetas, da pessoa de Cristo, o ensino dos apóstolos que nos vem por meio das Escrituras constituem a revelação de Deus para o ser humano. O próprio Jesus no Evangelho afirma: "aquele que me ama será amado do Pai e eu também o amarei e me manifestarei a ele" Jo.14.21b. Para o teólogo Emil Brunner, revelação é aquilo que se torna manifesto a nós por um ato definitivo de Deus. Significa que passamos a ver o que não viámos antes, ou seja, que a nós, que estávamos na escuridão, agora brilha um luz que dissipa as trevas. A recepção se dá por meio de um ato de fé. A Fé é o ato em que a autocomunicação deDeus é recebida. Pode-se dizer, de certa forma, que ter fé é um ato de conhecimento. Neste ponto que Ans…

A oportunidade de Deus e a ação humana

Imagem
Por Joel Boa Sorte


“Jesus, vendo-o deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, perguntou-lhe: Queres ser curado? Respondeu-lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada; pois, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. (João 5.6,7.)”
Esse texto de João 5 é ótimo para quem está na fila esperando a oportunidade de ser chamado para receber o milagre de Deus. Esta passagem serve para despertar-nos para uma vida cristã de ação. Viver com Deus é uma questão de movimento!
Alguns acham que oportunidade é sinônimo de equação resolvida. Preste atenção, pois não funciona sempre assim. Quando aparece aquela chance do dia ou do ano, a reação da nossa parte precisa ser imediata para que haja o encontro das duas forças: a de Deus e do homem. Deus faz tudo que é preciso fazer, mas Ele não faz o que o homem pode fazer. É aquela oferta de emprego que apareceu e não é um trabalho qualquer, mas precisa levantar muito cedo para a entrevista. Tenho certeza de …

O SUBSTITUTO. A ponte (video)

Imagem
Por Leônidas Almeida


QUEM ACREDITOU naquilo que nós anunciamos? A quem o Senhor vai revelar o seu poder?Aos olhos de Deus ele era um pequeno ramo, brotando de uma raiz em terra seca. Mas para nós Ele não tinha beleza alguma; não havia nada nEle para nos atrair ou para nos agradar.Nós O desprezamos e rejeitamos: Ele era um Homem que conhecia, por experiência própria, a dor e o sofrimento. Achamos que Ele não merecia nem ser olhado por nós; não demos a menor importância a Ele.
Apesar disso, Ele colocou sobre Si mesmo as nossas dores, Ele mesmo carregou nosso sofrimento. E nós ficamos pensando que Ele estava sendo castigado por Deus por causa de Seus próprios pecados!A verdade, porém, é esta: Ele foi ferido por causa de nossos pecados; seu corpo foi maltratado por causa de nossas desobediências. Ele foi castigado para nós termos paz; Ele foi chicoteado - e nós fomos curados!Nós andávamos perdidos e espalhados como ovelhas!
Nós abandonamos os caminhos de Deus e seguimos os nossos próprios c…

Buscar a Deus é renovar a mente - Parte 2

Imagem
Por Leônidas Almeida


            Páscoa: Pessach, que em hebraico significa "passagem", festa da liberdade, pois celebra e recorda a libertação do povo do cativeiro do Egito no evento denominado de êxodo (saída). Para os Cristãos simboliza a morte e ressurreição de Jesus, o Cristo, que é de fato o Cordeiro da Páscoa, porque se tornou sacrifício perfeito, sem pecado para os pecados de todas as pessoas, para mim, para você, pois Jesus, o Cordeiro de Deus foi sacrificado para salvação e libertação da humanidade, sendo seu sangue o símbolo de uma nova aliança entre Deus e seu povo. Portanto não há que se falar em auto-salvação pelas obras, auto-purificação pela justiça própria, auto-evolução pelo intelecto humano. Em Jesus, temos plena salvação, purificação e livre acesso ao Pai. Feliz Páscoa.

Nossa mensagem continua sendo postada em vídeo:
Ouça esta canção com Kari Jobe - Beautiful - Uma entrega verdadeira como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.

Confissões

Imagem
Por Joel Boa Sorte


Os desejos de Agostinho e os pesadelos de Dona Mônica, sua mãe, tornaram-se realidade. De um lado um jovem movido pelos prazeres da matéria; do outro, uma mulher determinada em oração e cheia de paz. Agostinho seguia uma corrente de pensamento não cristã e de filosofias antigas. Em decorrência, entregou-se ao pecado, tornou-se sexualmente promíscuo, buscando constantemente os prazeres da matéria. Mudou-se para Milão e alcançou muito sucesso. Quando não estava na vida boêmia ensinava filosofia a filhos de famílias ricas e influentes. Com o passar do tempo Agostinho revoltou-se contra Deus, mas Deus não se revoltou com ele. (Eu imagino que a misericórdia de Deus se fazia presente na vida de Agostinho graças às orações de sua mãe que buscava constantemente pela sua salvação). Enquanto lecionava, chegou à conclusão de que as filosofias que ensinava eram falsas. Estava preso a um estilo de vida depravada, embora desejasse encontrar liberdade. Numa tarde de agosto do ano d…