A DINÂMICA DA FÉ
















Por Teol. Leo Almeida



Agora, glória seja dada a Deus, que pelo seu grandioso poder operando em nós é capaz de fazer muito mais do que nós jamais ousaríamos pedir ou mesmo imaginar, infinitamente além de nossas mais sublimes orações, anseios, pensamentos ou esperanças. Ef 3.20


                   Assim como eu, talvez muitos são provenientes de um lar cristão, parece que o evangelho entra por osmose em nossas vidas, crescemos e mesmo que alguns não estão ligados diretamente a uma determinada Igreja, permanecem inconscientemente dentro de si plantada a semente da palavra, porém muitas destas sementes não produzem frutos ou estão ainda inativas. Quando ouvimos um destes testemunhos de conversões miraculosas ficamos um pouco constrangidos e chegamos a pensar se de fato um dia nos convertemos, apesar de entender com clareza o plano de salvação contido nas Escrituras conforme esta definição Paulina: " Esta Boa Nova nos diz que Deus nos prepara para o céu - e nos faz justos aos olhos de Deus - quando colocamos nossa fé e nossa confiança em Cristo como Salvador. Isto é realizado pela fé, do princípio ao fim. Tal como a Escritura afirma "O homem que encontra a vida, vai encontrá-la confiando em Deus." Rm 1.17.


                   Ainda Jovem após ter conhecido um grupo de pessoas que costumavam ser reunir para orar numa residência próximo a minha, experimentamos um grande mover do Espírito em nosso meio. Esta experiência nos levou, mesmo de forma não programada, a realizarmos trabalhos evangelísticos no centro da capital, muitos de nós nunca tínhamos sequer falado em público em nossas Igrejas, porém animados por aquela experiência com o Espírito, passamos a falar do evangelho às pessoas em locais como a torre de TV e rodoviária, pois nestes locais nos finais de semana havia um fluxo intenso de pessoas que permaneciam ali para se divertirem ou simplesmente passar o tempo.
                   Foi numa destas tardes que diversas pessoas, muitas delas sem família e outras que viviam na rua envolvidas pelas drogas, as quais ao ouvirem nossa simples e modesta pregação juvenil, eram encorajadas a abrirem seus corações a Jesus e terem seus pecados perdoados e receberem o dom do Espírito. Em particular, uma jovem que recebeu nossa pregação, passou a nos seguir durante todo aquela tarde e posteriormente continuamos tendo contato. Em seguida a mesma foi acolhida pela senhora onde nos reunimos para orar e constatamos o que realmente seria um processo de conversão na vida de uma pessoa. Esta jovem saiu das ruas, passou a estudar, fez seminário e graduou-se em teologia e tornou-se missionária, posteriormente formou-se em psicologia e hoje atua como conselheira numa clínica na cidade de São Paulo. Sendo que parte dos recursos do seu ministério como pregadora, investe em projetos de recuperação de pessoas.
                   Assim passei a entender que ser cristão é mais do que seguir uma determinada denominação religiosa, que a mesma fé que salva deve também conduzir a uma série de mudanças pessoais ao longo da vida do cristão, tanto no sentido espiritual assim como em aspectos profissionais, psicológicos e no desenvolvimento integral da pessoa no sentido de ser tornar cidadão em toda sua plenitude. Portanto a fé não deve ser restrita a simples escolha de tornar-se filho de Deus, mas deve produzir mudanças em todas área de nossas vidas, pois caso contrário passa a ser um fé pequena, uma meia fé, uma fé intelectual, pois apesar de confessarmos esta fé diante dos homens, temos um estilo de vida equiparado com aqueles que não possuem fé nenhuma conforme o relato de Jesus:  "Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’  Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas" Mt 6.30-32
                   Jesus prometeu para cada um dos seus seguidores uma vida abundante: "O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." Jo 10.10. Infelizmente muitos de nós "cristãos nominais" vivemos uma vida medíocre e acomodada pelo simples fato de possuirmos uma fé estagnada, abro um parêntese aqui, pois não estou falando daquilo que hoje se convencionou de "Teologia da Prosperidade", restrita somente aspéctos financeioros e pessoais, que envolve barganha, ou seja  um tipo relação de trocas do filho de Deus com a Divindade, onde uma terceira pessoa é quem se coloca como link desta relação, veja o texto "A Semente e o Mistério do Crescimento" publicado no link ao lado direito do blog. Estou me referindo a uma fé que resgate o ser humano de forma integral, isto ocorre por intermédio único e exclusivo da graça de Deus, e nunca por algo que produza pontos positivos a nosso favor e obrigue Deus a nos abençoar.
                   As Escrituras sagradas são marcadas por promessas, uma destas esta descrita no topo do texto, mas você pode encontrar centenas de outras ao longo de toda Bíblia, desde o Antigo Testamento até o Novo Testamento. Será que temos realmente aplicado as promessas contidas nas Escrituras em nossas vidas? Caso você encontra-se num deserto espiritual e tudo parece sem sentido, este é o momento de buscar a fonte e o poder que pode transformar sua vida tanto nesta existência e ainda por toda eternidade conforme declarou Jesus: "mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna" Jo 4.14. Esta palavra foi dirigida a uma mulher que já tinha desistido da vida, pois tivera diversos relacionamentos, mas ainda continuava só e ao se encontrar com Jesus lhe foi revelada a existência de uma fonte que sacia a sede daqueles que crêem nele. Se você  sente um vazio pela perda de um amor ou por ter sido e rejeitado(a), então vá ao encontro com Jesus, deixe a fé te levar ao caminho onde tudo passa ser uma possibilidade de poder e graça em todas áreas da vida.
                   Assim para que não tenha mais dúvida e transforme sua "pequena fé" numa fé dinâmica e prática, decore este texto: "QUE É A FÉ? É a convicção segura de que alguma coisa que nós queremos vai acontecer. É a certeza de que o que nós esperamos está nos aguardando, ainda que o não possamos ver adiante de nós." Hb 11.1. Segundo o teólogo Paul Tillich a respeito da experiência da fé: "a fé seria estar possuído por aquilo que nos toca incondicionalmente e somente um ser dotado de razão pode ser possuído por algo incondicional e distinguir preocupações últimas das provisórias." Neste ponto entendo que a fé tem um elemento de racionalidade em si mesma quando esta associada as Escrituras, pois ao ser alimentada pelas promessas contidas nelas, leva o fiel a práxis de forma racional. Continue lendo todo o capítulo 11 de Hebreus e verás os grandes exemplos dos chamados "Heróis da fé" e o que Deus realizou através de suas vidas.
                   A minha oração é que nossa fé seja ampliada, e que o grande poder de Deus esteja operando em cada um de nós e possamos realizar coisas que jamais ousaríamos fazer ou imaginado realizar. Trata-se da graça de Deus derramada em cada um de nós, sem barganha de ordem financeira, pois o nosso pai não é um banqueiro frio e calculista do mercado financeiro, mas um Deus de amor e cheio de alegria e vontade de abençoar a cada um de nós. Portanto não desanime, não desista, não se entregue, tenha fé ele vai e pode operar em sua vida.

Canção: O Vento, por Erlon Lemos


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os sinais da frustração e da neurose.

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES