Feliz Ano Novo, apesar do Ano Velho.

Por Leônidas Almeida






Finalmente passou mais um ano. O que me deixa mais apreensivo não é o fato do ano que se inicia, mas os fatos que aconteceram. Principalmente aqueles que desejaríamos que estivessem ocorridos, porém não ocorreram conforme esperávamos. Dá um gosto de derrota, ficamos a pensar se realmente devemos recolocá-los como meta para o próximo ano. São escolhas pessoais difíceis de solução, pois para cada pessoa em particular demanda um significado. Em geral caso esta meta ou objetivo ainda seja bastante importante para você, então deve continuar sonhando com ela, se durante o ano você percebeu que ela perdeu grau de importância deve questionar se vale à pena despender tanta energia, com metas que em si mesmas são meras vaidades pessoais, enfim, apenas estatísticas a nosso favor.
 
Então como tomar uma decisão correta? Como saber se nossos planos estão nos propósitos Divinos? Como devo proceder em relação ao ano que se inicia, sobre determinados assuntos, decisões e metas? A resposta a tudo isto foi tratada com maestria pelo Ap.Paulo, o maior Teólogo da Igreja, então vejamos:

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus. " Fl 4.6-7


A primeira recomendação é para que não sejamos ansiosos por nada. Portanto se determinado alvo, decisão, assunto e meta está gerando um grau muito grande de ansiedade você deve avaliar melhor se isto realmente faz parte do propósito Divino para sua vida. A ansiedade é uma preocupação exagerada que causa aflição, assim o problema passa ser um fim em si mesmo, caso este não seja alcançado conforme almejamos, traz um sofrimento desestabilizador em nossas vidas, pois passamos a olhar somente os problemas em vez de olharmos para Deus. A ansiedade nos leva a focarmos somente as circunstâncias e esquecemos quem governa as circunstâncias e acabamos por nos tornar pessoas ansiosas. Lembro quando Jesus dormia calmamente no barco em meio a tempestade e os seus Discípulos profundamente amedrontados do que poderia ocorrer, porém Jesus sabia quem controlava a tempestade e por isso dormia tranquilamente.

"E eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo". Mt 8.24.

Seu problema ou meta esta tirando seu sono? Este então é um sinal para que você passe o controle para o timoneiro das nossas vidas e relaxe enquanto passa a tempestade, enquanto reavalie sua rota.


Não deixe a ansiedade roubar-lhe as energias, não sofra antecipadamente por algo que ainda não ocorreu, pois quando o problema chegar, caso ele chegue, você já estará totalmente esgotado e ai terá que recorrer aos medicamentos, pois não lhe sobrará alternativas. Costumo dizer a minha esposa quando percebo que ela esta irritada com algo: "Guarde esta irritação para coisas mais importantes, não vale a pena ficar estressada com isto". Segundo Warren Wiersbe a palavra "ansiedade" significa ser "puxado em diferentes direções", neste sentido ficamos divididos por dentro, pois enquanto nossas expectativas nos levam para um lado, nossos medos nos levam na direção oposta, ou seja, vira um cabo de guerra, ficamos rasgados por dentro, parece que nos falta oxigênio na caminhada e a incredulidade passa a ser nossa companheira, mas o texto nos oferece um meio de lutar contra ansiedade. Procure se informar a respeito das consequências negativas da ansiedade como geradora do estresse em nossa saúde física e psíquica, dá uma pesquisadinha no google e verá.

O medicamento prescrito por Paulo para questões relativas a ansiedade é simples e direto: "Oração e Súplicas com ações de graça". Isto deve ser feito várias vezes ao dia ao gosto do cliente. Alguns sempre me dizem que não possuem muito tempo para orar, e transferem a necessidade de orar para terceiros: ligam para mãe, pedem ao Pastor/Padre, pois entendem que este são pagos para isto, vão em busca daquele "profeta" abençoado, pois acreditam que estes estão mais próximos de Deus.

Se quiserem saber o que Deus quer que vocês façam, perguntem-Lhe, e Ele alegremente lhes dirá, pois está sempre pronto a dar uma farta provisão de sabedoria a todos os que Lhe pedem; Ele não se ofenderá com isso. Tg 1.5(Viva)


Enfim fazem um amontoado de estratégias para se sentirem melhor e garantir que seus pedidos sejam efetivados. Neste sentido gostaria de alertá-lo: Apesar de acreditar que a intercessão tenha seu valor em determinadas circunstâncias, porém Deus não transfere nossas responsabilidades para os outros, pois nosso Pai deseja ter um relacionamento mais próximo com cada um de nós, e quando nos colocamos diante dele, apesar dele de antemão já saber a respeito de nossas necessidades, ele se agrada com isto, pois estamos estabelecendo um relacionamento pessoal com ele, é como se o Pai fizesse parte do nosso cotidiano. Veja neste texto:

"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo" Ap 3.20.


Assim a ansiedade não é vencida com livros de auto-ajuda, mas com ajuda do alto, então ore enquanto faz sua caminhada, ore enquanto dirige seu carro, imagine este trânsito que temos hoje, quanto tempo temos livre para orar? Ore enquanto vai ao banheiro, ore enquanto faz uma pausa para o lanche no trabalho, ore nas filas, ore logo ao levantar permanecendo alguns minutos na cama. Se você é como eu e tem mania de acordar durante a noite, levante e aproveite para orar ao invés de ficar lutando para dormir e te garanto que o sono virá com mais facilidade, pois "não existe nada demasiadamente grande para o poder de Deus nem demasiadamente pequeno para o seu cuidado paternal", conforme frisou W Barclay. O escritor P Yancey ressalta que ficou surpreso a respeito da forma simples de encarar a oração pelos cristãos japoneses, que poderá muito nos estimular. "Quando pedem alguma coisa, pedem com verdadeira humildade, sabendo que não têm direito ao que estão pedindo, mas que Deus lhes dá o direito de pedir e promete responder.". Assim não seja como aqueles que oram somente quando lhes ocorrem algum imprevisto e ficam perdidos, muitos dos nossos problemas poderiam ser evitados, caso fôssemos pessoas que buscam a Deus diariamente em oração, portanto fiquem atento aos sinais.

Para finalizar Paulo alerta que nossas orações devem ser feitas com ação de graças, pois neste momento teremos equilíbrio emocional, nossa mente será preservada de maus pensamentos, pois saberemos que o Senhor está no controle e tudo que ele fizer trará o melhor para que tenhamos uma vida abundante, e certamente tomaremos decisões coerentes nos momentos oportunos, pois não estaremos esgotados e derrotados pela ansiedade. As ações de graça produzem em nós a paz de Deus que transcende a compreensão humana e opera em nossas emoções, produzindo equilíbrio psíquico, foi este tipo de paz que permitia Jesus dormir em meio a tempestade, esta paz não esta condicionada a ausência ou existência de conflitos, ela ocorre pelo fato de entendermos que Deus está no controle e por isso guarda nossos corações(sentimentos incorretos) e nossas mentes (pensamentos destruidores).

Espero que tenha contribuído com suas expectativas para 2012. O termômetro destas metas devem ser aferido pelo ansiômetro, caso este passe a controlar suas decisões e emoções reavalie melhor, coloque diante de Deus as suas necessidades e que o próximo ano seja uma ano de paz, pois certamente o Senhor lhe dará o Espírito para te guiar em toda caminhada. Tenha uma boa férias e relaxe juntamente com sua família, em momento nenhum deixe que a ansiedade estrague estes momentos. Caso você costuma neste período ir para o litoral assim como eu, gosto de ficar observando no horizonte o encontro do Céu com o Mar, duas tonalidades de cores se encontram, percebo um encontro sobrenatural dos limites do Divino com o Humano, do Imanente com o Transcendente. Sugiro então que se levante e caminhe até a praia, e logo que a água do mar tocar seus pés, dê aquele gostoso mergulho e sinta alegria invadindo todo seu corpo da acolhida gostosa do criador para com seus filhos queridos.


"Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal". Mt 6.33-34

Por falar em praia, ouça esta linda canção de Carlinhos Veiga - Acuípe.




REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

LOPES, D Hernandes. Filipenses. São Paulo. Ed. Hagnos 2007.
YANCEY, Philip. O Deus Invisível. São Paulo. Ed. Vida 2001.













Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A DINÂMICA DA FÉ

Os sinais da frustração e da neurose.

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES