A CURA

Por Joel Boa Sorte



 

            A CURA passa a ser a oportunidade de transmitir a outro ser humano o que você recebeu do Senhor Jesus; a saber, sua aceitação incondicional de mim como sou, não como deveria ser. O Pai te aceita, seja em estado de graça, seja de desgraça, quer viva de acordo com as expectativas elevadas de seu evangelho, quer não. Ele vem a nós e nos ama como somos. Deus aborrece o pecado, mas fará tudo por meio do teu Espírito para convencer, resgatar e amar sua criação principal: o homem.

Não merecíamos tamanho amor, tamanha graça e cura. Mas apesar de nossa lamentável condição de pecador, Ele nos quis e amou de TAL maneira que... HONESTAMENTE, não temos palavras apropriadas e perfeitas como os nobres escritores têm para criar e materializar um texto sobre a infinita GRAÇA do Pai por nós. A Graça é o Amor que é a Cura que nos sara e nos leva em direção a Ele para sempre. É um caminho sem volta.

Quando uma pessoa é despertada para aquilo que ela é e não para aquilo que ela deixou de ser, o resultado mais frequente será a cura interior de seu coração.

Quando lemos os Evangelhos com cuidado, observamos esse dom extraordinário que Jesus tinha. Não estou falando da cura física em si, mas da cura interior por meio de uma palavra simples, um olhar, um diálogo aberto.

Examine a famosa história com o desprezível Zaqueu. Ele está cobrando impostos para Roma de seu próprio povo, recebendo comissão de tudo que conseguia arrecadar. É um traidor dos próprios irmãos e os judeus o tem como inimigo, como lixo, como alguém que não merece sequer um copo de água para matar a sede.

Zaqueu não era bem visto na comunidade e jamais poderia fazer uma refeição num lar judeu; jamais poderia ir à sinagoga no sábado ou subir a Jerusalém para as grandes festas.

Certo dia Zaqueu está em sua coletoria, contando o dinheiro, e fica sabendo que o profeta de Nazaré está passando por ali. Ele deseja verificar com os próprios olhos; assim percorre a rua. Mas lembre-se: esse é Zaqueu, de pequena estatura. É tão baixo que não consegue enxergar sobre os ombros dos homens mais altos; por isso, procura o melhor lugar em cima de uma árvore. Ele queria estar num lugar alto e aberto para ver Jesus.

E o que acontece?

Zaqueu dá um salto da árvore. Sentimentos que estavam secos havia anos em seu coração de repente começam a jorrar, fervilhar, converter todo o teu ser. “Ele começa a dizer: Vou restituir quatro vezes tudo que roubei. E darei metade dos meus bens aos pobres”. O imperativo de Jesus “Desce” mudou a direção e a vida daquele homem para sempre.

Há um Zaqueu em sua vida? Existe um alguém em sua vida que você já desistiu? Primo, cônjuge, cunhado, vizinho, membro de sua igreja? Alguém de quem você tenha dito: perdi meu tempo tentando fazer você compreender alguma coisa. Você é incorrigível.

Jesus disse que devemos amar uns aos outros “como eu os amei”, um amor que será identificado como pertencente a ele por apenas um sinal: o respeito profundo de uns para com os outros, o amor cordial impregnado com reverência para a dimensão sagrada da personalidade humana por causa da substituição misteriosa de Cristo em lugar do Cristão.

O que disse o Senhor na noite antes de morrer? Se qualquer um de vocês me amarem será fiel à minha palavra e meu Pai o amará; Ele virá e fará um lar dentro de vocês. Jesus falou da vida da Graça não como na concepção de um conceito teológico, mas uma Graça de relacionamento por meio do dom do Espírito Santo.

Deixemos agora que o poder curador de Jesus flua por intermédio de nós para alcançarmos e tocarmos outras pessoas, de modo que elas possam sonhar, lutar, resistir e correr para onde os corajosos ousam ir.

Agora peça ao Pai que lhe traga à mente uma pessoa que precise desse toque curador. Separe um tempo e decida retribuir o favor da cura a alguém que realmente precisa do poder transformador e restaurador de Cristo Jesus.

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A DINÂMICA DA FÉ

Os sinais da frustração e da neurose.

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES