Os sinais da frustração e da neurose.


Por Leônidas Almeida


         Impacientar-se, segundo o Aurélio, é tornar-se impaciente, irritar-se, aborrecer-se, enfadar-se. Impaciência é pressa, sofreguidão, irritação e o impaciente é o desesperado ou inconformado. A vida moderna tem trazido à sociedade muito conforto, vantagens e facilidades para a vida humana. Todavia, elevou o nível de aspirações a um ponto tão alto que a luta para atingi-las passou a ser sobrecarga muito pesada, estafante, estressante e sufocante. É a correria em busca do ter que sacrifica a qualidade e tranquilidade do ser!

         O homem tornou-se um ser em constante conflito consigo mesmo, com a sociedade, até mesmo, com a sua profissão, seu emprego, seus desejos e padrões de vida. Por ser limitado, não consegue satisfazer todos os seus desejos, embora pense que tudo pode. Seus alvos estão sempre se deslocando para ponto inatingíveis. O resultado é constante frustração.

         Frustração é uma reação de natureza emocional surgida diante de um obstáculo qualquer. A resposta que se dá a uma frustração varia de pessoa para pessoa. Uma pessoa feliz e tranquila reage a uma impossibilidade diferentemente de outra já perturbada, insegura, impaciente e com sintoma de neurose.

         Excesso de situações frustrantes pode determinar efeitos profundamente desfavoráveis e nisso está a condição básica para a neurose. Há muito mais conflitos na consciência do homem moderno do que na consciência do homem primitivo. Por isso o homem moderno está submetido ao fenômeno da angústia e da ansiedade. Assim, submetido à desordem emocional, passa a ser muito mais vulnerável a impacientar-se.

         Passa-se a algumas sugestões para se evitar a impaciência: primeiro, é preciso simplificar a vida a fim de não se envolver pelo redemoinho do corre-corre dos dias modernos. Em seguida, procurar por em prática o que está na Palavra de Deus: 1Pd 5.7 nos aconselha a lançar sobre Deus toda a nossa ansiedade (solicitudes), porque Ele tem cuidado de nós. Nosso Senhor Jesus Cristo, em Mateus 6.25 nos orienta a entregar o nosso caminho ao Senhor, visto que Ele fará tudo por nós.

         Há muitas outras orientações para não se impacientar. Mas aqui está o que o espaço nos permite. "Orai sem Cessar". (*)

         Dando continuidade ao tema, vejamos o vídeo que trata sobre a necessidade de buscar, bater e pedir com o Teol. Leônidas Almeida.


"Bem melhor assim pensar, limitado ao que se ver. É saber que Deus tem mais, muito mais do que se crê." Ouça agora esta linda música - Bem Melhor - com Carlos Sider.

* Texto Autor: Rev. Henrique de Almeida Lara

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A DINÂMICA DA FÉ

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES