NÃO JULGUEIS

Por Leo Almeida


É impressionante como as pessoas que a si mesmos se colocam num patamar de espiritualidade elevada e passam a querer dar pitaco na vida de todos. Usam as redes sociais e falam de tudo como se fossem PHD em diversos assuntos, inclusive em Divindade. Outros se conduzem nos modismos da mídia secular escolhendo alguns para serem objetos de admiração e outros para a execração pública como se a agenda cristã deveria a todo momento estar a serviço e alinhada ao pensamento deste mundo.

Pessoas que continuamente julgam e condenam os outros sem ao menos dar ouvidos de forma imparcial entre os envolvidos. Estes na verdade escondem de si mesmas sua própria inadequação, seu desejo de não admitir sua miséria espiritual, seu sentimento de inveja e por isso destrói o outro a fim de se colocar numa posição superior em busca de popularidade. "Não julguem, e vocês não serão julgados. Não condenem, e não serão condenados. Perdoem, e serão perdoados. Pois a medida que usarem, também será usada para medir vocês". Lc. 6.37-38 (NVI) Confira ainda o texto em Provérbios 21.24 " Você quer saber o que há no coração de um homem que vive zombando de tudo e de todos? Orgulho, convencimento, ódio e atrevimento."

Não estou querendo com isso insinuar que devemos fechar a nossa capacidade de discernimento, mas aprendi pela vida a ter diversos olhares para o mesmo fato a partir de focos diferentes, ou seja, estar fora de foco da pessoa que julga e condena, mas se colocar equidistante a luz das Escrituras como os cristãos de Beréia. “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim”. Atos 17:11


Assim antes de fazer juízo de valor a respeito de determinado fato ou pessoa procure a opinião de outras pessoas com grau mínimo de maturidade e evite destruir a imagem daquele que considera como sendo reprovável. Outro dado importante é Saber as fontes, ou seja, de quem partiu tal informação e quais os interesses difusos que envolvem a questão. Investigue e depois opine com responsabilidade.

Se você tem sido vítima de julgamentos precipitados deixa sua demanda com único e verdadeiro Juíz, Jesus o supremo sacerdote, este conhece os segredos da mente e do coração e no tempo oportuno ele te exaltará. Então siga em frente com coragem.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A DINÂMICA DA FÉ

Os sinais da frustração e da neurose.

CUIDADO A INVEJA DESTROI RELAÇÕES